DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO

 INDUSTRIALIZAÇÃO DA EDIFICAÇÃO :

ENGENHARIA QUÍMICA  

 -  Compostos de Interação Fisioquímica  promove rápida sinterização da cerâmica sem demanda de energia produzida, agrega valores de  longevidade com altas  resistências : compressão, flexão, intempéries química UV, plasticidade  e  ainda  hidrorepelência e abrasão.

ENGENHARIA DE MATERIAIS

  -   O MATERIAL DE BASE DA CERÂMICA COCHI 2001 e  mundialmente abundante com relevância por  qualidades de  ser : minero BRANCO, menor densidade, beneficia-se com baixa demanda de energia,  atóxico,  incombustível, boa textura, resistências em termocidade e acústica sendo um material  ecologicamente correto...;  (GYPSO = sulfato de cálcio dihidrato)
  -   CERÂMICA COCHI 2001  a adequacao do Composto que podera ser ate Minero-fibroquímico agregando notórios  valores  de :  refração, plasticidade, baixa densidade,  Longevidade,  estabilidade com  ínfima  dilatação, altas resistências,  térmica, acústica, abrasão, compressão, flexão,  insolúvel pela contaminação hídrica por capilaridade, incombustível,  textura porcelânica,  hidrorepelência e sintetiza-se a frio em temperatura ambiente

CERÂMICA  COCHI 2001 
LAUDO USPSC.
Compressão corpo cilíndrico (10x20) ........................ = Entre   20  A 60 Mpa
Flexão corpo prismático (15x15x50) .......................... =  média      3 Mpa
Densidade: ............................. média úmida 1900k/m3   seca 1500k/m3

ENGENHARIA CIVIL

Sistema Construtivo embasado em Interação de elementos  Modulares  de Alvenaria que por chumbamento e cunhamento dos mesmos com o mesmo material Cerâmico cujas junções além de coladas ainda reforçadas, transforma toda alvenaria como MONOLITICA.
LAJE Painel Modular hidrorepelente, instalada Inclinada substitui todos materiais e mão de obra da estrutura de cobertura, podendo ainda eliminar todas telhas e cumeeiras com poucas junções;
PAREDE Painel Modular hidrorepelente pode-se agregar valores como fachada de pedra, azulejo, batente ou requadros de janela..., sendo muito leves, cujas junções coladas com o mesmo material cerâmico promove-se edificações com grande estanqueidade e maior longevidade com menos fundação.

ENGENHARIA DE ESTRUTURA

SISTEMA CONSTRUTIVO MODULAR cujos elementos de alvenaria somam qualidades de Portante e estrutural, por valores do material Cerâmico que são altas resistências e baixa densidade  podendo ser adido de fibras como substitutivo do ferro e ainda pela DINÂMICA, na sua vertical é composta de tarugamentos em sucessões de ( I ) formando painéis alveolar de altíssimas resistências como :                      
 LAUDO USP.SC.(parede)                              LAUDO USP.SC.(Laje)           

MÓDULOS PAREDE      (2600x840x92mm) compressão .............. =  média 160 KN
MÓDULOS DE LAJE      (2600x835x100mm) ................................ =  média 12 KN
Peso M2 =     ......................................................... = média M2: 65 K/parede 75/laje

RACIONALIZAÇÃO DE MATERIAIS E PROCESSOS NA MANUFATURA E EDIFICAÇÃO:

Logistica  Produtiva Usina instalada ate no Canteiro de obras = menos transporte, sem  perda, possibilita atender qualquer demanda objetivada;
Economia em acabamentos ex: modulos ja personalizados ex: azulejados ou c/ batentes ...
Maior qualidade  termica e acústica no habitat = modulo alveolar
Maior longevidade pela hidrorepelência de toda alvenaria da edificação
Maior estanqueidade pelas resistências, dinâmica e leveza apenas 65 k / m2.
Para verticalização economiza-se desde a fundação p/leveza
Permite utilizar-se de m/obra local sem qualificação
Permite edificar-se em áreas com problemas de fundação, arenosas ou pantanosas
Permite edificar-se em qualquer áreas rurais
Sem entulho de Alvenaria Modulos perfeitos ja acabados
Rápida edificação com pouca mão de obra
Embutimento de elétrica facilitado módulo alveolar
Embutimento de hidráulica facilitado módulo alveolar
Reparos sempre imperceptíveis infima granulometria
Fácil e rápida instalacao, cunhamento e chumbamento ceramica  se sintetiza a frio.
Permite utilizar-se de insumos convencionais =(azulejos, textura, argamassa, molduras...).  

ENGENHARIA DE ARQUITETURA 

A Ceramica COCHI 2001 pela sua  plasticidade e textura  porcelânica permite que se agregue valores aos elementos Modulares já na sua elaboração permitindo  INFINITAS CRIACOES E POSSIBILIDADES para distintos tipos espaciais construtivos á  implantação  urbana de habitat.

ENGENHARIA MECÂNICA E  INDUSTRIAL 

INDUSTRIALIZAÇÃO DA EDIFICAÇÃO  pelo  Sistema  Construtivo  Sapiens  tem-se a  possibilidade de  aproximar a  Produção da Demanda (Usina/Canteiro), permitindo que se implante  MICRO USINAS até mesmo no Canteiro de Obras que  por  implementação de técnicas e tecnologias de, da e na industrialização  promove-se o fenômeno da  Produtividade por Multiplicidade com Qualidade de Paineis Modulares de ALVENARIA e ACABAMENTOS.

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

Aplicação de Ciência e Tecnológica personalizada para adequação da produção por demanda objetivada para, com desenvolvimento de mecanização em pequeno porte com processos e procedimentos por dispositivos simples, otimizar-se a PRODUÇÃO  em USINA / CANTEIRO DE OBRAS.

Fernando M. Branco                                                                                                                                                                                                                                                      VOLTAR
Ciência  & Tecnologia